[ editar artigo]

Sustentabilidade é para todos

Sustentabilidade é para todos

Ao falar de negócios de impacto no Brasil, estamos falando de organizações que endereçam um problema socioambiental e fazem dessa solução seu principal produto/ serviço. Além disso, são empresas com modelos de negócio que visam lucro e cuja intencionalidade – seu propósito – é claro desde o início. O lançamento do 3º Mapa de Negócios de Impacto Socioambiental, produzido pela Pipe.Social, traz dados atualizados sobre o mercado de impacto brasileiro e algumas informações desse estudo trazem similaridades com o universo das micro e pequenas empresas:

- 55% dos negócios têm de 2 a 5 pessoas na equipe e 14% são “euquipes”;

- 62% dos negócios hoje em fase de ideação são liderados por mulheres;

- Na pandemia 20%, de um total de 495 negócios, se digitalizaram e investiram em formas online de distribuição;

- Os pedidos de ajuda mais importantes: Recurso, Mentoria e Comunicação.

Ou seja, são negócios hoje, em sua maioria, compostos por 1 a 5 pessoas, liderados por mulheres, que também sentiram os efeitos negativos da pandemia, mas decidiram seguir a tendência da digitalização e encontraram novos caminhos para vender e se comunicar com seu público. Investimento, Mentoria e Comunicação são as ajudas mais pedidas hoje por essas empresas: dinheiro, para viabilizar a operação, mentoria para entender como fazer isso e manter essa gestão saudável e sustentável e, por último, como divulgar o negócio e vender seu produto e/ou serviço.

Uma constatação bem importante que o Mapa traz segue abaixo:

Uma tendência visível no mundo corporativo nos últimos anos, que aumentou durante a pandemia, foi o ativismo empresarial. Ou seja, empresas se mobilizando e se engajando para ajudar a resolver problemas relevantes da sociedade de forma ativa e efetiva, de forma imediata e/ou a longo prazo. Propósito e impacto positivo passam a fazer parte do escopo de trabalho e reuniões de gigantes nacionais e internacionais. O tema está extrapolando as paredes de setores específicos de responsabilidade social e institutos e fundações, chegando mais próximo aos gestores e a áreas mais ligadas ao core business das marcas. (3º Mapa de Negócios de Impacto Socioambiental, Pipe.Social)

Observamos como a gestão sustentável de negócios se torna cada vez mais relevante no cenário mundial. Em especial frente ao cenário da COVID19, que o mundo enfrenta há mais de 1 ano. A pandemia escancarou uma série de deficiências da sociedade e trouxe à tona a responsabilidade de todos os atores do ecossistema da economia. Governos, Academia, Sociedade civil e Empresas, devem ser parte da solução e todos têm seu papel.

As empresas, em específico, têm um papel estratégico, visto que lidam com pessoas e processos que impactam diretamente a sociedade, seja de forma positiva ou negativa, dentro e fora de sua operação. Esse papel é tão estratégico e relevante, que temos o recente boom dos investimentos ESG para ilustrar. Essa mudança de mindset foi impulsionada pelo comportamento de seus consumidores, que vem apresentando uma revisão profunda de valores individuais desde o início da pandemia, o que afeta diretamente seu comportamento de consumo e, consequentemente, sua forma de se relacionar com marcas e negócios. É uma tendência que veio para ficar e as empresas cada vez mais terão de assimilar isso, todas elas, micro, pequenas, médias e grandes corporações.

A Sustentabilidade, como estratégia de negócio, deve estar presente em todas as empresas não importa seu porte. E é um conceito possível de assimilar e implementar em sua operação, sem dispender muitos recursos financeiros. Possivelmente, sua empresa já opera com algumas  dessas práticas e não sabe.

Na Mentoria em Sustentabilidade para Micro e Pequenas Empresas trazemos a discussão do conceito da Sustentabilidade e como aplicar essas práticas de forma simples, efetiva e com investimento de recursos existentes e acessíveis para o seu negócio. Nosso propósito é desmistificar o conceito como algo possível somente em grandes corporações, e auxiliar na implementação dessa estratégia em seu planejamento.

Após testar um programa piloto com sucesso, abrimos nossa 2ª turma e nosso primeiro encontro acontecerá dia 8 de junho. Inscreva-se

Rede Sustentaoquê?
Ler conteúdo completo
Indicados para você