[ editar artigo]

Investimento para empresas de impacto e investidores

Investimento para empresas de impacto e investidores

Bem vindos aos negócios da nova economia, aquela que estamos construindo aos poucos, com uma grande variedade de atores: negócios sociais, empresas de impacto socio ambiental, empresas de benefícios, e por aí vai.

A premissa é nascer ou se transformar em uma empresa que entrega valor à sociedade, ao invés daquelas empresas convencionais: que exploram a natureza, exploram a sociedade e entregam apenas valor financeiro aos seus sócios, empresas estas que estão condenadas a um horizonte e público cada vez mais restritos. Os critérios para ser parte deste movimento estão se ampliando e um exemplo disso é a certificação emitida pelo Sistema B.

"Negócios de impacto são “empreendimentos que têm a intenção clara de endereçar um problema socioambiental por meio de sua atividade principal (seja seu produto/serviço e/ou sua forma de operação). Atuam de acordo com a lógica de mercado, com um modelo de negócio que busca retornos financeiros, e se comprometem a medir o impacto que geram” (O que são Negócios de Impacto, Aliança pelos Investimentos e Negócios de Impacto, Novembro, 2019)."

Mas a maior dúvida de empreendedoras e empreendedores continua sendo: como acessar investimentos em diversos momentos de maturidade de seus empreendimentos. Se você busca um atalho rápido, acesse o site do Guia 2.5 da Quintessa, responda 3 perguntas e obtenha indicações. Se você prefere entender um pouco mais todas as formas de financiamento disponíveis para empresas de impacto, recomendo a leitura do ebook Inovação e Impacto Socioambiental da Wylinka e Flourish, mas fica um alerta sobre o dinamismo deste setor, que a cada dia cria novos mecanismos possíveis.

Farei abaixo uma pequena lista, que poderei atualizar a cada nova descoberta e que também pode ser fonte de referência para investidores que desejam investir com o propósito de alimentar a tal "nova economia" citada no 1º parágrafo.

  1. Plataformas, aceleradoras e organizações que contribuem com a orientação dos empreendedores, a preparação dos negócios, o fortalecimento do ecossistema e o a circulação dos recursos:

  • Firgun - plataforma nascida em 2017, conecta investidores a empreendedores, tem como foco principal o microcrédito, ou seja, oferece empréstimos em baixos volumes a empreendedores, realizam uma análise prévia e captam de forma pulverizada de investidores (a partir de R$ 25). Ao todo já financiaram 74 projetos (R$ 540.000) a partir de 1.300 investidores. Destinada a quem precisa de valores baixos de R$ 500 a R$ 20.000 e é empreendedor individual. Tem custo menor para o empreendedor se comparado ao mercado e remuneração de até 600% do CDI para o investidor (out/2020).
  • Anip - Articuladora de Negócios de Impacto da Periferia tem a intenção de compreender, articular e mobilizar os atores estratégicos para a consolidação do ecossistema de negócio de impacto da periferia, apoiando uma nova geração de empreendedoras e empreendedores das periferias em estágios diferentes de desenvolvimento do negócio, buscam proporcionar, nos próximos anos, diferentes formas de atuar com as empreendedoras e empreendedores das periferias dos municípios de São Paulo, Minas Gerais e Recife.
  • Artemisia - organização sem fins lucrativos que há 14 anos apoia negócios de impacto socio ambiental, seus programas já apoiaram 500 empresas, aceleraram mais de 180 e geraram mais de R$ 135 milhões em investimentos. A organização mais longeva no apoio a negócios de impacto desenvolveu programas e metodologias que vão da estruturação do negócio à aceleração para ganho de escala, são referência no setor.
  • Empreendeaí - fundada em 2015, tem como objetivo formar e capacitar, prioritariamente, novos empreendedores de territórios populares, comunidades e favelas. Todo o processo acontece por meio de metodologia própria presencial e online e de metodologias cocriadas com parceiros.⁣ Já impactaram 920 empreendedores, e possuem 450 negócios no portfólio.
  • Impact Hub - organização brasileira globalmente conectada atuando há 10 anos no Brasil, é basicamente um espaço onde se hospedam empreendedores da nova economia, ali são promovidos programas e eventos que apoiam a atividade deste empreendedor e os conectam entre si e com outros possíveis colaboradores das diversas causas, fomentando assim ambiente, condições e oportunidades frutíferas para os empreendimentos.
  • Inovativa de Impacto - O InovAtiva de Impacto criado em 2013 pelo Ministério da Economia, sendo idealizado e articulado para se tornar uma ferramenta de gestão pública que realiza aceleração, conexão, visibilidade e mentoria para startups em todo o território nacional. Atualmente, o programa é coordenado pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia e pelo Sebrae, oferece cursos gratuitos de empreendedorismo de alto nível diretamente com os melhores especialistas do país, com um módulo focado em negócios de impacto socioambiental. Os programas contam com parceiros estratégicos como: Google, Microsoft, Salesforce, Zendesk e Amazon, entre outros. São 1.000 mentores e 350 avaliadores, mais de 3.000 startups treinadas, 1.100 aceleradas e 33.000 empreendedores impactados.
  • Quintessa - é uma das organizações mais antigas, atuantes e relevantes do setor de impacto, que visa fortalecer e promover o ecossistema de empresas de impacto por meio de programas de aceleração e assessoria para captação de investimento entre outros programas customizados. Além disso é uma das maiores produtoras de conteúdos sobre o ecossistema, como o Guia 2.5 2019/2020, um mapeamento de 54 iniciativas que desenvolvem e investem em negócios de impacto no Brasil.
  • Semente Negócios - é uma empresa de aprendizagem empreendedora que tem como objetivo contribuir para a evolução de ecossistemas de empreendedorismo; para o crescimento do empreendedorismo inovador como instrumento de mudanças socioambientais; e para o desenvolvimento das competências de inovação em grandes organizações. Financiado por patrocinadores, projetam e executam o desenvolvimento local e programas de aceleração de negócios de impacto; apoiam diretamente as organizações para estruturar suas estratégias de inovação e colocá-la em prática. Em 9 anos de atuação já atenderam mais de 10.000 empreendedores.
  • CoVida-20 - um programa de financiamento para negócios de impacto que estejam comprometidos com a manutenção de emprego e renda durante a Covid-19. O programa visa reunir diferentes perfis de investidores e doadores para oferecer aos negócios empréstimos em condições acessíveis e coerentes com o momento atual. Até o outubro de 2020 o programa havia impactado 587 pessoas, investido em 39 negócios e liberado R$ 3.360 mil.
  • Além das empresas mencionadas, é importante estar atento a duas plataformas que divulgam oportunidades e editais: o Gife (Grupo de Institutos Fundações e Empresas) e o portal Prosas.

2. Gestores de investimentos em negócios de impacto - para investir ou captar recursos:

  • Bemtevi - além de apoiar os negócios, o investidor pode ser convidado a mentorar o empreendedor, a estrutura oferece análise, consultoria e captação para empreendedores, além de opções de investimento direto.

  • Din4mo - para negócios já existentes: fortalecimento da gestão, governança e go-to-market, além de apoio à captação de recursos; investimento equity, operação típica por meio de plataformas de equity crowdfunding, onde a Din4mo Ventures lidera a captação e aporta entre 15% e 25% da rodada; securitização de recebíveis originados por negócios de impacto social e ambiental; apoio a organizações que desejam incorporar o tema de negócios de impacto à sua lógica operacional.

  • Kria - plataforma de investimentos em startups de modelo aberto e baseado em rede. Através do Kria, todo mundo pode investir em negócios inovadores e de impacto, seja com R$500 ou R$500 mil, trabalham com empresas de todo o Brasil, em captações de Seed até Série A. (site em reformulação, consultem maiores informações aqui)
  • Mov Investimentos - fundada em 2012, esta gestora de investimentos de impacto busca por empresas inovadoras com foco na redução das desigualdades sociais e degradação ambiental. No site é possível acessar os relatórios de impacto, os resultados das empresas investidas e apresentar seu negócio para análise.
  • Positive Ventures - Investem em empreendedores que assumem a missão de solucionar grandes desafios sociais e ambientais, movidos por tecnologia, performance e impacto. Empresa B certificada e participante do IMPact Management Project, um fórum criado para construir um consenso global sobre como medir e reportar impacto. Seu framework se desdobra em cinco dimensões: What, Who, HowMuch, Contribution e Risk.
  • Sitawi - OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) que mobiliza recursos próprios e de terceiros para realizar investimentos com o objetivo de gerar impacto social e ambiental positivo. Utilizam instrumentos financeiros para fomentar iniciativas de impacto, auxiliando-as a entender, mensurar e aumentar seu próprio impacto. Com o objetivo de democratizar o investimento de impacto e mobilizar mais capital para as negócios que geram impacto socioambiental positivo, criaram a Plataforma de Empréstimo Coletivo
    A plataforma é operada em parceria com a CapRate, uma fintech que atua como correspondente bancário do Banco Topázio, nela é possível investir a partir de R$ 1.000 por uma operação de CDB (Certificado de Depósito Bancário) pré-fixado, com a vantagem criterioso comitê de avaliação dos negócios investidos. A SITAWI Finanças do Bem foi fundada em 2008 e já mobilizou mais de R$110 milhões, é o investidor de impacto mais ativo do Brasil, com mais de 50 iniciativas apoiadas e foi reconhecida pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) como melhor projeto na categoria investimento socialmente responsável da América Latina, e pela NGO Advisor, organização suíça de mídia independente, como a 6ª organização social mais influente no Brasil e 8ª na América Latina, tambem conquistou prêmio como organização mais transparente pela Associação Brasileira de Captadores de Recursos e figura na lista das 100 Melhores ONGs do Brasil, reconhecimento da Revista Época e do Instituto Doar. 
  • Tre Investimentos - surgiu com o objetivo de mobilizar e juntar pessoas que acreditam no uso do dinheiro como alavanca para o impacto positivo no mundo Atuam em colaboração com diversas organizações, com o intuito de fortalecer o ecossistema de finanças de impacto no Brasil, gerando cada vez mais oportunidades de investimentos que impulsionam o impacto positivo. Operam com a modalidade peer-to-peer, empréstimo direto ou coletivo, modalidade onde vários investidores podem reunir esforços, em forma de capital, para financiar empréstimos solicitados por empresas. 
  • Vox Capital - gestora pioneira de investimentos que oferece soluções financeiras atrativas que valorizam a experiência humana e o planeta, integrando impacto como dimensão de análise, além do risco e retorno. Totalizam mais de R$ 203 milhões investidos em 31 empresas por meio de venture capital (com participação societária), crédito privado, fundos e equity crowdfunding (um tipo de financiamento coletivo, onde um grupo de pessoas investe pequenas quantias de capital em projetos e empresas iniciantes, em troca de participação societária (equity) no empreendimento em questão).
  • Yunnus Social Business - os critérios de seleção, características e processo de seleção dos negócios encontram-se aqui: são negócios em operação, com faturamento recorrente e fluxo de caixa próximo do break-even ou positivo;  problema social urgente ou de potencial de impacto relevante; solidez do plano de negócio, incluindo a sua sustentabilidade financeira; time; replicabilidade, escalabilidade e potencial de ser um game changer. Já investiram R$ 5,5 milhões em 7 negócios e com impacto em 120 empreendedores apoiados.

Neste link você tem acesso a diversas referências sobre o setor de negócios de impacto e aqui um buscador de empresas do segmento de financiamento e investimento, certificadas B.

As Empresas B são um novo tipo de negócio que equilibra propósito e lucro, considerando o impacto de suas decisões em seus trabalhadores, clientes, fornecedores, comunidade e meio ambiente. São empresas que buscam ser melhor PARA o mundo e não apenas as melhores DO mundo.

Abaixo, imagens do mapeamento Guia 2.5 de Impacto, realizado por Quintessa e parceiros.

Rede Sustentaoquê?
Daniela Delfini de Campos
Daniela Delfini de Campos Seguir

Entusiasta pela vida no planeta Terra. Conheci os conceitos de sustentabilidade em 2005, uma grande organização que virou case em Harvard. A partir de 2014 atuei como consultora e pesquisadora e crio conteúdo desde 2016 no Instagram @sustentaoque.

Ler conteúdo completo
Indicados para você