[ editar artigo]

20 perguntas para avaliar como anda a sustentabilidade na sua empresa

20 perguntas para avaliar como anda a sustentabilidade na sua empresa

Agora é para valer! Quanto mais próximos chegamos à data, mais nos mobilizamos para o cumprimento das metas, não é mesmo? Comportamento humano típico.

E foi isso que ao nos aproximarmos de 2020, faltando 10 anos para o cumprimento da agenda 2030 observamos empresas aderindo ao chamado dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (Agenda 2030). Além disso assistimos a um clamor inegável por mudanças, chamado este que vem de todos os lados, das novas gerações, dos que são maioria, mas não possuem representatividade, do grito da natureza em diversas formas, da sensibilização dos seres humanos ou talvez da lembrança da nossa ancestralidade que nos desperta dia a dia para a máxima incontestável de que SOMOS PARTE indissociável de um todo interconectado.

"As empresas devem ser deliberadas e empenhadas em abraçar o propósito e servir todas as partes interessadas – seus acionistas, clientes, funcionários e as comunidades onde operam. Ao fazer isso, sua empresa desfrutará de maior prosperidade a longo prazo, assim como os investidores, trabalhadores e a sociedade como um todo."

Declarou Laurence Fink, CEO e Chairman da Blackrock, maior gestora de ativos do mundo, com uma quantia que equivale a algumas vezes o PIB do Brasil. Imagine a influência e a importância deste posicionamento para o mercado global.

Não é tendência! E nós, profissionais e ativistas da sustentabilidade, e agora das economias regenerativas, nunca quisemos que fosse apenas uma ideia inspiradora e temos trabalhado arduamente para integrar estes conceitos a práticas factíveis em nosso contexto local.

E foi pensando nisso que preparei uma série especial de posts para inspirar empresas a refletir e agir na direção da sustentabilidade. A série está disponível em uma pasta da GUIA do meu Instagram e também dará início a uma série de entrevistas com empresas que conheci em 2017, que trarão uma visão realista da aplicação desta metodologia.

O script teve como base os Indicadores Ethos SEBRAE, ferramenta gratuita de autodiagnóstico do Instituto Ethos elaborada para pequenas e médias empresas que queiram iniciar a jornada da sustentabilidade.

Que tal começar 2020 usando essa lista de perguntas para fazer seu planejamento?

Junte seu time, convide clientes fieis, pessoas do entorno da empresa que fazem a diferença, convide um fornecedor importante, envolva as pessoas no seu propósito e ganhe ideias, feedbacks e diversidade, quem sabem uma inovação não surge daí?

  1. O que é sustentabilidade para vocês?
  2. Considera sustentabilidade empresarial ou do planeta? São conceitos com interesses dissociados ou conseguimos unifica-los?
  3. Tem alguma prática de engajamento da equipe no conceito de sustentabilidade? 
  4. Realiza planejamento estratégico e ou plano de ação para o ano?
  5. Que públicos são envolvidos nesta atividade?
  6. Acha governança um tema importante para pequenas empresas? Lembra de alguma situação em que a empresa esteve exposta à corrupção ou outros riscos ambientais e sociais? 
  7. Quais práticas de gestão relaciona à sustentabilidade? (Exemplos: liderança pelo exemplo, ética, engajamento, gestão financeira segregada, divulgação de resultados e outras informações, contabilidade aberta)
  8. Quais processos de qualidade e ou certificações possui e contribuem para a sustentabilidade do negócio?
  9. Possui processo padronizado para escolha de fornecedores? Os contratos são formalizados? Há cláusula de responsabilidade sobre trabalho escravo, análogo ou infantil? 
  10. Como cuida dos seus clientes, como consegue fazer a gestão dos canais de contato? Possui prazos para os processos?
  11. Como tratam reclamações, críticas e sugestões?
  12. Como não cair na armadilha do  greenwashing? 
  13. E quanto aos funcionários? Conseguiu mante-los em 2020, estava minimamente preparado? O que fará diferente? Como cuidar de "clima" em uma empresa pequena?
  14. E diversidade, como entende este conceito e aplica ao negócio? Que benefícios acredita que a inclusão e a representatividade podem agregar ao negócio? 
  15. Como é a estrutura física da empresa? Possi instalações saudáveis? Fornece, orienta e acompanha o uso de EPI´s? Possui canal de sugestões e denúncia de funcionários? 
  16. Você conhece seus funcionários? Investe na capacitação ou outras formas de desenvolvimento?
  17. Tem alguma prática consistente para se relacionar com a comunidade onde está inserida? Como esta relação beneficia a empresa? 
  18. Conhece, mensura e possui planos sobre os impactos ambientais da sua atividade?(Resíduos, emissões, ecoeficiência, uso de insumos)
  19. Sente-se pressionado ou diante de algum risco ocasionado pela emergência climática? Possui logística reversa? Quais critérios utiliza para a escolha de materiais?  
  20. Qual o propósito do seu negócio? O que representa a cultura da empresa (clima e jeito de fazer)? Como pratica a transparência? Onde ambiciona chegar? 

Esta lista aborda aspectos de governança, gestão operacional e financeira, relacionamento com público de interesse meio ambiente e ainda traz uma provocação mais profunda, que, de acordo com pesquisas com mais de 10.000 empresas demonstram o valor de integrar sustentabilidade de forma estratégica com propósitos e visão claros. Caso tenha ficado em dúvida, a resposta é SIM, ESTAMOS FALANDO DE ESG também.

Para participar da Mentoria em Sustentabilidade para Empresas, por favor preencha aqui! E fique atento às entrevistas que realizo no Instagram  sempre às 3ªs feiras, as anteriores você pode conferir nesta lista do meu Youtube.

Abraços

Rede Sustentaoquê?
Daniela Delfini de Campos
Daniela Delfini de Campos Seguir

Entusiasta pela vida no planeta Terra. Conheci os conceitos de sustentabilidade em 2005, uma grande organização que virou case em Harvard. A partir de 2014 atuei como consultora e pesquisadora e crio conteúdo desde 2016 no Instagram @sustentaoque.

Ler conteúdo completo
Indicados para você